Como Exportar conteúdo para outro site

Você está aqui:

Exporte seu conteúdo para outro blog ou plataforma

Esta ação vai exportar APENAS os seus posts, páginas, comentários, categorias e tags. Uploads e imagens podem precisar ser transferidos manualmente para o novo blog. O arquivo XML não contém referências aos arquivos de imagem. Portanto, se o site do qual você está exportando ainda estiver no ar, o seu novo site deve ser capaz de extrair imagens dele após a importação.

  • Antes de exportar seu conteúdo, elimine o que for desnecessário. Revise e exclua comentários marcados como spam. Caso haja comentários pendentes que precisam de avaliação, aprove ou exclua-os, conforme o necessário, para que o arquivo de exportação seja o menor possível.
  • Abra a seção “Ferramentas” na barra lateral e clique em Exportar
  • Uma série de arquivos .xml, que contêm seus posts, páginas, comentários, categorias, tags e referências às imagens do seu site, estarão no arquivo.
  • Esses arquivos são conhecidos também como WXR (WordPress eXtended RSS, arquivos RSS estendidos do WordPress).
O menu da barra lateral, com a seção Ferramentas expandida e o item Exportar em destaque

Caso deseje exportar todo o seu conteúdo, pressione o botão Exportar tudo. Caso deseje exportar parcialmente (posts de um único autor, por exemplo, ou um determinado intervalo de datas e categoria), clique na seta ao lado do botão Exportar tudo, para consultar as opções avançadas.

Exportar conteúdo selecionado

Após selecionar o conteúdo que deseja exportar, pressione o botão Exportar conteúdo selecionado.

Você poderá permanecer na página de exportação e aguardar a disponibilidade do arquivo sendo exportado. Uma notificação será exibida, com um link para download.

Exportação bem-sucedida

O link conterá o download de um arquivo .zip contendo os arquivos de exportação (blogs maiores incluirão mais de um arquivo de exportação). Isso significa que o seu processo de exportação será rápido e bem-sucedido. Ao importar para outro blog, você precisará descompactar o arquivo e importar cada um dos arquivos .xml individualmente.

É seguro sair da tela após dar andamento à exportação, se você quiser continuar navegando pelo blog. Enviaremos também por e-mail um link para o arquivo de exportação, que ficará disponível para download por cerca de uma semana.

A versão atual de instalação do WordPress.org proporciona a você a opção de importar os arquivos enviados, mas o blog do qual você estiver importando ainda deve estar no ar e exibindo imagens corretamente, para que essa importação funcione.

Se você pretende excluir conteúdo (ou todo o blog) no WordPress.com, aguarde a importação bem-sucedida dos arquivos de mídia para o novo blog e certifique-se de que o site não está configurado como privado (encontre mais informações sobre isso a seguir).


Mídia de sites privados

Se o seu site no WordPress.com estiver marcado como “Privado,” seus arquivos de mídia não serão exportados adequadamente durante uma exportação normal. Parte do processo de exportação cria links para os seus arquivos de mídia, que serão usados pelo site do WordPress.org para importar sua mídia.

Antes de começar o processo de exportação, você precisará tornar seu site do WordPress.com público, em Meus sites → Gerenciar → Configurações → Geral para que os arquivos de mídia funcionem adequadamente no novo blog importado. Assim que você concluir a importação para o novo site e confirmar que a mídia foi importada com êxito, será possível retornar a configuração de visibilidade do seu site no WordPress.com para “Privado”.

make-site-public-calypso

Como exportar a biblioteca de mídia

É possível exportar apenas os arquivos contidos em sua biblioteca de mídia. Conforme acima, acesse Exportar, em “Ferramentas”, no menu da barra lateral. Em seguida, clique em Download na seção Exportar biblioteca de mídia.

Sua biblioteca de mídia será baixada como um arquivo .tar. No Mac OS X, você pode descompactar este arquivo com um clique duplo no ícone. No Windows, pode ser que você precise fazer download de um programa como o 7-Zip para isso.

Se a sua biblioteca de mídia for muito extensa e/ou sua conexão for mais lenta, o download pode ultrapassar o tempo limite antes de ser concluído. Se o seu navegador for compatível com a retomada de um download com falha, você poderá simplesmente retomá-lo, sem precisar começar do zero.

Não é possível importar os arquivos de mídia baixados dessa forma para outro site do WordPress. Caso deseje mover sua mídia para outro site, é melhor usar a opção de exportação/importação tradicional, sugerida acima.


Backups

Se o seu blog estiver hospedado aqui no WordPress.com, todos os backups necessários serão de nossa responsabilidade. Se um meteoro enorme atingisse os servidores do WordPress.com e os destruísse completamente, todos os seus dados ainda estariam seguros e seria possível colocar seu blog no ar em até três dias (após a situação do meteoro ser resolvida, é claro).

Contudo, se você deseja fazer backup do conteúdo do seu blog manualmente, basta usar a opção Exportar, descrita acima. Essa é uma boa ideia, principalmente se você atribuiu usuários adicionais ao seu blog. Os editores e administradores têm a capacidade de excluir todos os posts ou páginas e não há formas de recuperar os materiais removidos por eles do seu blog.

Was this article helpful?
Dislike 0