Como Corrigir o Aviso “Paralelizar Downloads Entre Hostnames”

Você está aqui:

O Que Faz com que esse Erro Apareça?

O erro “Paralelizar Downloads entre Hostnames” geralmente é visto em sites que têm muitas solicitações. Aqui está como ele acontece:

O protocolo HTTP 1.x determina que clientes do tipo single-user podem ter no máximo duas conexões com qualquer servidor. Isso significa que ele pode criar um backlog se existem muitos recursos na fila para serem carregados.

Por outro lado, a maioria dos navegadores também possui limitações – como, por exemplo, um máximo de seis conexões por domínio. Se você tem muitas abas abertas, facilmente irá alcançar esse limite.

Na maioria dos casos, os webmasters tentarão utilizar reconexões ou proporcionar múltiplos subdomínios para evitar essa restrição (falaremos mais sobre isso mais para a frente).

Sim, é importante frisar que essa situação apenas acontece numa conexão HTTP 1.x.

Se você está usando uma HTTP/2 com uma conexão segura, isso não será mais um problema. O HTTP/2 é uma versão revisada que permite downloads paralelos. Como o HTTP 1.x é considerado um padrão ultrapassado, a maioria dos provedores de hospedagem, incluindo a Hostinger, usam o HTTP/2.

Dito isso, é seguro ignorar o aviso “Paralelizar Downloads entre Hostnames” enquanto você está numa conexão HTTP/2.

Algumas ferramentas como GTMetrix ou Pingdom ainda podem apresentar esse erro na análise de seu site – inclusive usando nomes diferentes – independentemente disso realmente ser ou não um problema para você.

Como Consertar “Paralelizar Downloads entre Hostnames

Como mencionado anteriormente, para evitar restrições, as pessoas tentam gerenciar os assets usando subdomínios para enganar o navegador e permitir mais conexões paralelas. Essa prática é chamada de domain sharding (ou particionamento).

Particionamento de domínio é um método que aumenta o número de recursos que podem ser baixados simultaneamente usando múltiplos subdomínios. Então você pode usar essa técnica para corrigir o erro “Paralelizar Downloads entre Hostnames”.

Tenha em mente que o uso de domain sharding irá levar a efeitos colaterais negativos como:

  • Aumento nos tempos de DNS lookup;
  • Perda de recursos de cache;
  • Potenciais problemas em navegadores para dispositivos móveis.

Basicamente, existem dois passos para particionamento de domínio – configurar subdomínios e editar o arquivo function.php.

Como Configurar Subdomínios

O primeiro passo para domain sharding é criar múltiplos subdomínios ou registros CNAME. Contudo, isso pode acabar fragmentando a solicitação para seu conteúdo estático.

Para fazer isso, você pode ir até o seu hPanel (ou cPanel) e então selecionar a opção Subdomínios sob a categoria Domínios.

Insira o nome de subdomínio no campo em branco e então clique em Criar. Você pode repetir esse passo para criar múltiplos registros. Na maior parte do tempo, adicionar três subdomínios já será suficiente.

Uma vez que os subdomínios estejam configurados, você está pronto para editar o arquivo functions.php.

Como Editar seu Arquivo Functions.php do WordPress

O segundo passo do domain sharding é editar o arquivo function.php do WordPress para paralelizar os hostnames.

Você pode ir até o seu Painel de Controle do WordPress > Aparência > Editor de Temas e então escolha Funções do tema (functions.php).

A seguir, adicione o seguinte código para o arquivo functions.php:

Por favor note que você precisa mudar os valores $subdominios com os subdomínios que você criou. Além disso, garanta que todos os subdomínios possuem o mesmo caminho para evitar quaisquer erros.

Assim que tiver terminado, clique em Atualizar Arquivo. E é isso!

Was this article helpful?
Dislike 0